Para o Rodrigo,

by 23:56

Querida,

by 17:11

4 de setembro de 2006.

by 14:00

Apenas mais uma de amor.

by 16:06

Do silêncio.

by 17:40

“Parece cocaína, mas é só tristeza.”

by 00:00

Hortênsias.

by 00:00

O fogo é fogo;

by 00:00

O contrário do amor não é ódio, é a indiferença.

by 00:00

Renata;

by 21:20

Brilho eterno;

by 00:00

Vô,

by 00:02

Querido A,

by 00:00

Quando ele dorme lá em casa;

by 00:05

Falar de amor não é amar, não é querer ninguém.

by 00:05

Ocre.

by 00:05

(...)

by 09:52

Serafim;

by 00:45

Fechando o ano.

by 00:32