Relacionamentos

Eu que te amo tanto, ainda não te amo tudo.

18:32


É tão natural falar sobre você. É como dar bom dia a um transeunte na rua. É como acordar de manhã de pedir bênção aos meus pais. É como abrir os olhos pela manhã e agradecer pelo dia que nasce. É leve. É sereno. É doce. Falar sobre você é algo que me sai dos lábios acompanhado de um sorriso. Eu sempre rio quando vou contar algum causo teu. Eu sempre rio quando imito o teu erre. Eu sempre rio quando lembro que você me chama de baixinha invocada ou quando me abraça me chama de cheirinho meu.

Existe uma frase tão bonita por aí que diz: "eu que te amo tanto, ainda não te amo tudo". E eu olho pra você, para tudo o que vivemos até aqui, para todos os anos que dividimos e só tenho que agradecer por você existir e por inspirar em mim o meu melhor. Por me fazer próxima de Deus e me fazer compreender mais sobre a vida. Por me fazer ser mais justa e me repreender quando meu coração não entende as limitações dos outros.

A gente acha que sabe tudo sobre o amor até que vem alguém e desconstrói todas as nossas teorias. Até que alguém nos faz perceber que não sabemos nada e que somos uma gota na imensidão do mar. Obrigada por abrir os meus olhos para a realidade da vida. Obrigada por me fazer querer ser melhor a cada dia. Obrigada por me fazer enxergar bondade onde eu já não via mais esperança. Obrigada por desvendar o amor.

É tão natural falar sobre você.

Comportamento

Você é maior!

17:03


Às vezes as coisas saem do nosso controle e nos desesperamos. Antes de mais nada eu te digo: "você não é capaz de controlar tudo". Sei que saber isso não ameniza em nada as dores que possam surgir disso. Queria te dizer também que ser quem somos pode nos machucar mais que uma lança a se trespassar pelos nossos corações. Mas não há nada neste mundo que seja imutável. Magoamos quem amamos por puro despreparo ou porque simplesmente não nos atentamos aos sinais.

Nós somos um amontoado de questões. Somos a escola que frequentamos na infância, somos o primeiro trabalho que nós ingressamos, somos os debates que participamos na faculdade, somos e somos. Sempre seremos aquilo que nos cerca. Mas somos, ainda, aquilo que nos propusermos a ser. Hoje você me vê com meus defeitos muitos e a minha falta de habilidade em dar as rédeas ou ceder às gentilezas que me oferecem. Olhar para meu interior, a minha essência e me sentenciar a viver para sempre com os meus defeitos e olhar e dizer: você é incapaz de mudar, porque as pessoas não mudam.

Sentenciar alguém aos seus erros sem o benefício de perdão é acreditar na máxima de que pau que nasce torto, morre torto. A vida se desenrola muitas vezes de forma adversa do que desenhamos. Ninguém espera que uma manhã de sol se torne um dia tempestuoso. Ninguém em sã consciência aguarda um terremoto sendo que pode escapar dele. A vida é mesmo uma roda gigante e quando pensamos que alcançaremos o céu, estamos embaixo ouvindo o tiozinho dizer que é hora de descer.

A vida é injusta demais. Ela não te retribui a mesma benevolência que outrora você tivera. Até mesmo porque a vida não é uma troca. Amor não é balança em que pesamos o que sentimos. Cada pessoa é um universo particular e cada um lida de forma diferente com as tribulações que lhe surgem pelo caminho. Há quem diante de uma tormenta se jogue ao mar por puro desespero, há quem fique no navio esperando a morte porque não acredita que haja solução e há quem reme até os braços doerem e as mãos calejarem.

Tudo é questão de como olhamos para determinada situação. Como seria o mundo se todas as pessoas olhassem paras as dificuldades com olhos de pessimismo? Às vezes nós só precisamos olhar com calma para a estrada que percorremos para entender o motivo de caminharmos até ali. Às vezes é necessário manter a espinha ereta, olhar com serenidade e gentileza para aquilo e àqueles que amamos e entender o motivo de permanecermos e lutarmos tanto uns pelos outros.

Às vezes a gente só precisa olhar para nós mesmos, diante do espelho, e se perguntar: por que eu cheguei até aqui? Desistir na primeira tribulação é não reconhecer o caminho percorrido. É se ver menor que os problemas. Sendo que em tudo na vida, em tudo que nos dispusermos, seremos sempre maiores.


@eupamelamarques

FANPAGE

DIREITOS AUTORAIS

Todos os textos publicados aqui neste blog são de minha autoria ou de autores convidados. As fotos e gifs foram retiradas de sites como Pinterest e Tumblr, sendo assim, para de fim direitos autorais, declaro que as imagens NÃO pertencem ao blog. Qualquer problema ou reclamação quanto aos direitos de imagem podem ser feitas diretamente comigo por meio do e-mail: adm.pamelamarques@gmail.com. Eu darei os devidos os devidos créditos.