O trem;

09:58

O trem está quase partindo, eu posso ouvi-lo a quilômetros, deslizando sobre os trilhos a uma velocidade razoável, creio que se você quiser, poderá me encontrar aqui se apressar o passo. Sim, os meus olhos vagam em todas as direções, como uma rosa-dos-ventos, na esperança de te ver surgir de alguma entrada, atrás de alguma pessoa, assim do nada.

Os segundos vão passando rapidamente e o trem não vai esperar você chegar, bonito.
Eu me agarro apenas a esperança de você ter reparado, captando tudo que sempre houve entre nós, as minhas entrelinhas e alguns deslizes que cometo, propositalmente, para que descubras o que há além das palavras, dentro de mim.

O trem apontou na curva, meu bem. E eu ainda não consigo enxergar o teu rosto entre milhares de rostos que circulam a estação. Os meus olhos se enchem de lágrimas, mal posso enxergar as letras garrafais de um pôster de que diz: “haverá sempre um amanhã para recomeçar”.

O trem chegou e eu continuo sentada em cima da minha mala cheia de esperança, sonhos e desejos. Bagagem essa que levarei não sei para onde, mas que não poderia deixar aqui contigo. É, bonito, você vai mesmo me deixar partir. Eu sei.

E meu peito aqui cheio e congestionado quer gritar, chorar. Queria que as coisas fossem diferentes, que quando eu colocasse os pés dentro desse trem eu te avistasse.

Adeus, meu amor.

E você permanecerá sempre dentro de mim, bonito. Porque em (...) "minha memória - tão congestionada - e no meu coração - tão cheio de marcas e poços - você ocupa um dos lugares mais bonitos".
Caio F. Abreu

Você também pode gostar

11 comentários

  1. Muito lindo Pâmzinha...
    ficar ao longe esperando a pessoa amada...
    parace ate coisa de filme...
    adoraria viver isso na minha vida...

    ResponderExcluir
  2. Caio F. Abreu eu amo esse homem, ele é espetacular!!

    Bom fim de semana e volte sempre la no meu cantinho, beijao!

    ResponderExcluir
  3. Amo o Caio F. Abreu.
    Fácil tornar-se amiga dele e seus escritos sempre caem bem com tudo. Uso sempre.

    Bonito texto, moça.
    Pena ele tê-la deixado partir...

    Beijo.

    ResponderExcluir
  4. E fico me perguntando: pq eles sempre nos deixam partir?

    =/

    Ando tão apaixonada pelo Caio. ♥

    Beijo-beijo

    ResponderExcluir
  5. Sempre fui apaixonada pelo Caio *-*
    Esse é um dos meus favoritos. *-*

    Amei isso aqui :D
    te sigo.

    ResponderExcluir
  6. o caio f. abreu é perfeito. Meu deus, como ele consegue?
    hsuahsuashauhs

    ResponderExcluir
  7. Eu não entendo como pode o amor ser tão só. Deveria ser sempre recíproco. Amar e mãos dadas assim, sempre juntos.

    Um encanto esse.

    *suspiro*

    ResponderExcluir
  8. Eu não deixaria você esperando. Só que nem tudo é como a gente quer. Bjão linda!

    ResponderExcluir
  9. Faço minhas as palavras de Maria Fernanda.
    TOLO aquele que não vê que é amado.

    ResponderExcluir
  10. Verdade,
    Ha quem dera se todo amor fosse recíproco o quanto esperamos(...)

    Mas enquanto houver amor, ainda haverá a esperança. =)

    ResponderExcluir

FANPAGE

@igpamelamarques


DIREITOS AUTORAIS

Todos os textos publicados aqui neste blog são de minha autoria ou de autores convidados. As fotos e gifs foram retiradas de sites como Pinterest e Tumblr, sendo assim, para de fim direitos autorais, declaro que as imagens NÃO pertencem ao blog. Qualquer problema ou reclamação quanto aos direitos de imagem podem ser feitas diretamente comigo por meio do e-mail: adm.pamelamarques@gmail.com. Eu darei os devidos os devidos créditos.