Talvez;

Eu estava deitada sobre o tapete amarelo de flores de ipês que a primavera confeccionara. Não havia ninguém ali. Exceto dentro de mim. Embora houvesse alguém aqui dentro, não havia sinal de vida. Era estranho. Estranho ouvir apenas um coração bater, sentir apenas uma respiração ao invés de duas, mas eu não estava triste.

Talvez o canto dos pássaros tivesse sufocado o som do teu coração, talvez a minha respiração estivesse ofegante demais para ouvir a tua. Tantas interrogações seguidas de talvez e nenhuma resposta para elas. O talvez me consumia.

Você deve me achar louca. Ora sinto, ora não. Se soubesse como é complicado para mim não sentir também, é a ausência de você que me esvazia de sentimentos. É que percebi que já estou tão dentro disso - que sinto - que mesmo que se desejasse não conseguiria sair.

Hoje eu não sinto. E sentir nada, me dói também.
Alice.

Compar:

13 comentários

  1. A ausencia é também a presença calada, a falta evidente! Enquanto há ausencia há saudade...;]

    ResponderExcluir
  2. Prefiro sentir dor do que não sentir nada.

    Esse nada me assusta.

    ResponderExcluir
  3. Concordo com a Maria Fernanda...
    E sentir-se assim não é nada bom.

    Beeijos!

    ResponderExcluir
  4. Ha sensaçoes que se sentem e que sao qase como inexplicaveis! :/

    ResponderExcluir
  5. Lindo, lindo, lindo!!!

    Que texto lindo!!

    Beijocas.

    ResponderExcluir
  6. Sentir nada é pior do que sentir tudo de uma vez só. Ainda mais quando esse vazio de sentimentos é a única coisa a nos preencher.

    A propósito, eu amo esse nome: Alice.

    ResponderExcluir
  7. Que texto maravilhoso!

    Mas o vazio também é bom, nos ensina alguma coisa e nos faz valorizar o sentimento, quando ele vem..

    ResponderExcluir
  8. Mt sincerooo
    Sentir nada doi , mais sentir falta , doi mt mais =/

    Ps: Sorte pra nós msmo em 2010 hasuhasuhas
    Bj

    ResponderExcluir
  9. Me fez lembrar de:

    "Socorro!
    Não estou sentindo nada
    Nem medo, nem calor, nem fogo
    Não vai dar mais pra chorar
    Nem pra rir...

    Socorro!
    Alguma alma mesmo que penada
    Me empreste suas penas
    Já não sinto amor, nem dor
    Já não sinto nada...

    Socorro!
    Alguém me dê um coração
    Que esse já não bate nem apanha
    Por favor!
    Uma emoção pequena, qualquer coisa!
    Qualquer coisa que se sinta...
    Tem tantos sentimentos
    Deve ter algum que sirva
    Qualquer coisa que se sinta
    Tem tantos sentimentos
    Deve ter algum que sirva..."


    um beijo.

    ResponderExcluir
  10. Enquanto seu coração bater significa que está tudo bem! Faça ele bater sempre mais rapido. encha-o sempre com coisas boas e o feche para as coisas ruins ♥

    ResponderExcluir
  11. Pâmela,

    Gosto de textos intimistas assim, como os que você escreve. E o seu estilo intimista é, também, bastante reflexivo.

    Algumas vezes, também percebo que não há ninguém em volta, apenas eu mesmo, mas dentro de mim. O pior é quando nos acostumamos tanto ao "eu" dentro de nós, que não observamos nem o outro nem o "eu" fora de nós.

    Gostei, Pâmela.

    Beijão e uma ótima terça-feira pra você.

    ResponderExcluir
  12. Suas palavras combinam muito comigo. Esse texto é lindo, parabéns..

    http://andreakopper.blogspot.com/

    ResponderExcluir