Você não é responsável pelas atitudes dos outros





►Leia ao som de Traição, Ana Carolina.◄

Tenha em mente que você não pode se responsabilizar pelas atitudes dos outros. O que o outro julga ser correto, mesmo que lhe magoe ou te fira, não te diz respeito. Não é culpa sua. No final das contas o que sobrará é quem você foi dentro da relação e a forma que você se comportou diante das adversidades. A gente não pode, em hipótese alguma, achar que o problema estava em nós ou nos martirizar por isso. 

Há um tempo atrás minha avó disse: não sofra por quem não te merece, minha filha. Ao ouvir aquilo fechei o coração e os ouvidos àquela advertência. A gente não entende os sinais, o amor cega nossa visão e não deixa que enxerguemos aquilo que está evidente diante de nossos olhos. Por isso, e por mais outras, que eu repito: você não deve se culpar por aquilo que você não tem controle.

Algumas pessoas vêm para nos mostrar o quão sinuosa é a estrada da vida, o quão malignos são seus caminhos e o quanto devemos ter cuidado. E, acredite: essa passagem é necessária para todos nós. Nenhuma dor é em vão. Já diz um velho provérbio que tudo nessa vida se torna lição. Aprenda a enxergar os sinais, a extrair o melhor do pior, a ter resiliência mesmo diante do perverso. Porque no fim das contas o que vale não é como o outro se comportou diante dos seus sentimentos, mas a sua verdade diante do que você viveu.

Não se martirize por quem, diante de seu amor, escolheu retribuir com ingratidão, desprezo ou traição. Importe-se apenas com o seu eu, com a sua doação e com a sua consciência. A gente não tem que abraçar as atitudes alheias ou pensar que fomos responsáveis por aquilo. Cada pessoa é um universo e cada um encara a vida de forma adversa. O que para você é traição para o outro é apenas mais uma escolha. É como dar bom dia a um transeunte na rua.

E, diante disso não há o que se entristecer ou praguejar. A gente precisa somente agradecer aos céus pela benção que é acordar em uma manhã e descobrir que, apesar do que nos ofereceram, nós demos o nosso melhor. Que não faltamos com o respeito àquilo que temos como verdade, que fomos fiéis às nossas ideologias e ao amor que sempre dissemos sentir. Porque, no final das contas, nós somos responsáveis apenas pelos nossos atos. E, é somente por eles que iremos responder perante a vida.




Compar:

3 comentários

  1. Pam,

    Tudo que a gente dá o universo devolve. É a grande lei da vida. Clichê, sim. Mas real. Sei porque já provei e também já vi provarem.

    Coração tranquilo e cabeça leve são méritos que poucos de nós temos quando ficamos a sós com nossos pensamentos e questões. E nada paga o preço de poder deitar e dormir com asas. É pra quem merece.

    Vida que segue, sempre.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, Jaya.
      Dormir com a consciência tranquila é para quem merece.

      Excluir