Obrigado por me deixar em paz


► Leia ao som de Let her go, Passenger  ◄

Deitei e fiquei observando o teto. A playlist é aquela mesma de sempre. Aquela que colocava para nós enquanto conversávamos sobre a vida. Muita coisa mudou de uns tempos pra cá. Só não o meu gosto musical. Vez ou outra alguma música me lembra você. Dia desses ouvi uma canção que te deixava meio aérea, com aquela cara de boba. Você é tão musical. Você é tão parecida comigo em diversos aspectos. É a quarta música que toca e ainda assim te vejo nela. Será que você continua fechando os olhos quando ouve Alphaville? Ou fica eufórica ao ouvir qualquer música do Roxette?

A minha playlist continua a mesma. Meus gostos não mudaram, apesar da vida ter mudado bastante. A vida parece ter ser apequenado a ponto de caber numa caixinha de fósforo. Você está guardada em algum lugar dentro de mim. Ou talvez não esteja. Soube que você vestiu luto pelo amor que sentiu por mim e pela primeira vez percebi que alguém poderia morrer em vida. E pelo visto fui eu quem morri. Não sei o quanto me dói ou se me dói. Talvez a vida seja mesmo isso aí: morrer para alguns e nascer para outros. Quem sabe um dia eu renasça. Ou talvez eu descanse em paz assim como te pedi. Obrigado por ter me deixado em paz. 

A vida se desenha de uma forma diferente do que havíamos planejado. Aliás. Você planejava tantas coisas e eu nunca pude, de fato, corresponder. A gente espera ter controle sobre a vida, mas só depois percebe que ela é um carro desgovernado em uma descida. A ladeira da vida é bem mais perigosa do que imaginamos. Ouço a tua música preferida e sinto uma espécie de enjoo. Nem sei dizer se é amor ou qualquer outro tipo de sentimento. Sei que me deixa inerte e me adormece por dentro. 

Duas horas de música ininterruptas e todas falam de você. Desde o country do Alan Jackson até um rap nacional que você conhecera através de mim. Tudo me remete a você. Tudo me leva de encontro ao seu coração partido. A vida não é como imaginávamos, não é mesmo? Mas é tudo o que podemos e podíamos viver. Hoje eu sou alguém que magoou seu coração e hoje você é mais alguém ferido por mim. Passenger canta, neste momento, que "o amor vem devagar e se vai muito rápido". Você veio na velocidade da luz e foi embora com ela. Bom pra você. Bom pra mim. Ótimo para nós.

Que bom que você me deixou em paz.


Compar:

0 comentários