Ouça seus amigos!

17:56


Acontece de você namorar alguém sem confiar completamente. Principalmente quando você acredita que o ser humano é capaz de se regenerar e de mudar. Aposto que você já se envolveu com alguém que desligava o celular na sexta-feira à noite e só dava sinal no início da segunda-feira ou que mentia olhando dentro dos seus olhos e te convencia a acreditar.

Mas daí você pensava: o celular deve ter ficado sem bateria, ele não é capaz de mentir olhando dentro dos meus olhos ou outras tantas razões, que você encontrava como desculpa, para convencer seu próprio coração que devia continuar dando chance àquela pessoa. Acontece que nem todo mundo é capaz ser honesto em uma relação e infelizmente a vida nem sempre é tão bacana a ponto de desviar os nossos caminhos desses, como diria lá no meu amado nordeste, embustes.

Nem todo mundo é capaz de identificar alguns desses sinais, principalmente quando a paixão está latente. Por isso, eu digo: escute seus amigos e ouça seus pais. 90% do que eles dizem sobre as pessoas que nos relacionamos é verdade; o problema é que nem sempre estamos dispostos a ouvi-los. Quantas vezes você ouviu de sua amiga: “esse cara não presta, amiga!” ou “ele vai fazer você sofrer”, e você simplesmente fechou os olhos, ouvidos e fingiu que nem era com você? Inúmeras vezes, não é mesmo?

Por puro conhecimento de causa eu afirmo que é importante dar uma atenção àqueles que nos exortam, é preciso observar os sinais e pesar as circunstâncias. Costumo dizer que desculpas constantes é sinal de falta de compromisso conosco. Quem deseja estar realmente ao nosso lado não faz da nossa vida a casa da mãe Joana, tampouco é displicente com o nosso coração. Quem deseja estar ao nosso lado é transparente e sabe a importância que é dividir a vida com outro alguém. Por isso, mas uma vez eu digo: se quiser perdoar, perdoe. Só não dê ao outro a falsa ideia de que tudo bem errar sempre, porque você sempre o perdoará. Há uma grande diferença entre perdoar e ser feito de trouxa. Não se enquadre, por favor, na segunda opção.

Você também pode gostar

2 comentários

  1. Esse seu texto é muito verdadeiro e cheio de razão.
    Às vezes a gente precisa de limites, precisa entender que ninguém é casa de mãe Joana, que numa relação, confiança e transparecia deve sempre estar em primeiro lugar.

    Boa tarde,
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Quanta verdade em seus textos!
    Um tapa bem na minha cara ��

    ResponderExcluir

@eupamelamarques

FANPAGE

DIREITOS AUTORAIS

Todos os textos publicados aqui neste blog são de minha autoria ou de autores convidados. As fotos e gifs foram retiradas de sites como Pinterest e Tumblr, sendo assim, para de fim direitos autorais, declaro que as imagens NÃO pertencem ao blog. Qualquer problema ou reclamação quanto aos direitos de imagem podem ser feitas diretamente comigo por meio do e-mail: adm.pamelamarques@gmail.com. Eu darei os devidos os devidos créditos.