Eu que te amo tanto, ainda não te amo tudo.

18:32


É tão natural falar sobre você. É como dar bom dia a um transeunte na rua. É como acordar de manhã de pedir bênção aos meus pais. É como abrir os olhos pela manhã e agradecer pelo dia que nasce. É leve. É sereno. É doce. Falar sobre você é algo que me sai dos lábios acompanhado de um sorriso. Eu sempre rio quando vou contar algum causo teu. Eu sempre rio quando imito o teu erre. Eu sempre rio quando lembro que você me chama de baixinha invocada ou quando me abraça me chama de cheirinho meu.

Existe uma frase tão bonita por aí que diz: "eu que te amo tanto, ainda não te amo tudo". E eu olho pra você, para tudo o que vivemos até aqui, para todos os anos que dividimos e só tenho que agradecer por você existir e por inspirar em mim o meu melhor. Por me fazer próxima de Deus e me fazer compreender mais sobre a vida. Por me fazer ser mais justa e me repreender quando meu coração não entende as limitações dos outros.

A gente acha que sabe tudo sobre o amor até que vem alguém e desconstrói todas as nossas teorias. Até que alguém nos faz perceber que não sabemos nada e que somos uma gota na imensidão do mar. Obrigada por abrir os meus olhos para a realidade da vida. Obrigada por me fazer querer ser melhor a cada dia. Obrigada por me fazer enxergar bondade onde eu já não via mais esperança. Obrigada por desvendar o amor.

É tão natural falar sobre você.

Você também pode gostar

0 comentários

FANPAGE

@igpamelamarques


DIREITOS AUTORAIS

Todos os textos publicados aqui neste blog são de minha autoria ou de autores convidados. As fotos e gifs foram retiradas de sites como Pinterest e Tumblr, sendo assim, para de fim direitos autorais, declaro que as imagens NÃO pertencem ao blog. Qualquer problema ou reclamação quanto aos direitos de imagem podem ser feitas diretamente comigo por meio do e-mail: adm.pamelamarques@gmail.com. Eu darei os devidos os devidos créditos.