Não seja tão disponível

17:53


A gente pode dar vários conselhos aos outros, mas sempre pecaremos em alguma coisa. Aquele velho ditado: "casa de ferreiro, espeto de pau", já me vestiu lindamente em vários momentos da vida. Dia desses estava conversando com uma amiga e disse a ela que não deixasse de ter convívio social por causa do relacionamento dela. Logo eu que deixei de fazer inúmeras coisas para estar ao lado do meu ex-namorado, logo eu que não aproveitei meu aniversário - um dos dias mais especiais da minha vida - porque ele não se importou em "estar" ao meu lado, logo eu que desmarquei passeios, cinemas e saidinhas, porque queria ficar com ele.

Amar é realmente uma delícia, mas viver para isso é uma loucura. Olho para trás e penso que à época aquilo para mim parecia o correto. Hoje olhando a situação por um outro prisma percebo o quanto negligenciava a minha vida em prol de quem, em determinados momentos, não se importava realmente com os meus sentimentos. Deixar de aproveitar o aniversário e me trancar em um quarto, chorando, talvez tenha sido um dos piores episódios da minha vida amorosa até aqui. Descobrir que essa pessoa me traía naquele dia, então. 

Acontece que a gente ama, porque nascemos para o amor. E infelizmente ou felizmente enxergar com a razão nem sempre é possível. Mas de tudo o que aprendi até aqui, se me permitam aconselhar, eu afirmo: não desmarque seus compromissos por causa de uma pessoa. Não seja tão disponível. Nenhuma relação deve ser o centro da sua vida. Cada pessoa deve ter um momento sozinho, para curtir os amigos e espairecer. O amor é livre e pede a liberdade de ser e estar em qualquer lugar.

Estar ao lado de quem amamos é maravilhoso e quando se ama então, é divino! Entretanto, a gente precisa ponderar um pouco, pois até amor em excesso faz mal. Você pode ler esse texto e pensar: "ela está dizendo isso, porque foi traída". É, muito provável que você tenha razão. Porém, como sou da vibe que prega a resiliência tenho a política de pegar os limões que a vida me dá e fazer deles limonada. Dessa relação carrego comigo não apenas decepções e rancores, mas aprendizados que levarei para a vida. E o maior deles, talvez, é que nenhuma relação deve ser maior do que o apreço e o amor que temos por nós mesmos.

Ninguém vale a nossa paz.
Ninguém.

Você também pode gostar

5 comentários

  1. Lendo teu texto me identifiquei, passei pela mesma situação, foram quase dois anos, me dedicando a essa pessoa, e ela me traindo, nunca tinha tempo pra nós dois. Graças a Deus acordei pra vida e resolvi sair dessa relação que tanto me machucou.Dei o meu melhor e essa pessoa só brincou com os meus sentimentos. Achei que tivesse encontrado a pessoa que sonhei durante toda a minha vida, essa pessoa me fez acreditar nisso, mas foi tudo ilusão. Aos poucos estou conseguindo seguir com a minha vida.������

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A gente se reconstrói depois que percebemos o valor que temos. E a vida segue lindamente! ;)

      Excluir
  2. Vc tem o dom da escrita, tão nova é tão sabia, tuas palavras, teus escritos falam comigo sempre. E hj tenho sair de uma prisão que me tornei cativa há dez anos. Não está sendo fácil por mil motivos, mas estou na luta da minha liberdade, e tenho fé q isso vai acontecer logo. E logo em seguida, aí sim, vou poder viver, e não te o choro contido. E não ter pessoas amigos por perto, é um dos fatores q mas sofro. Mas com fé é certeza tudo isso vai mudar. Tentei me sentir amada, dei tanto amor querendo amor em troca, que me sinto seca. E esqueci q o grande amor da minha vida, primeiro sou eu!! Mas como é difícil entender isso, quando se é doadora de amor. Só quero um pouco um mínimo possível, me sentir amada era tudo. Hj em dia só quero sair do cativeiro. Obrigada, por me abrir os horizontes. Amo vc!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu aprendo com as pessoas, querida. Acho que é o próprio mundo tem uma forma muito bonita de me apresentar a mim mesma. A me ensinar a caminhar sem precisar me machucar tanto. Você conseguirá sair dessa, sabe? Porque o primeiro passo você já deu, que é reconhecer que esteve presa. É questão de tempo só. Faça coisas que dependam somente de você. Logo, logo, você se sentirá mais leve.

      Excluir

FANPAGE

@igpamelamarques


DIREITOS AUTORAIS

Todos os textos publicados aqui neste blog são de minha autoria ou de autores convidados. As fotos e gifs foram retiradas de sites como Pinterest e Tumblr, sendo assim, para de fim direitos autorais, declaro que as imagens NÃO pertencem ao blog. Qualquer problema ou reclamação quanto aos direitos de imagem podem ser feitas diretamente comigo por meio do e-mail: adm.pamelamarques@gmail.com. Eu darei os devidos os devidos créditos.