Ainda bem que você chegou

17:34


Marisa Monte canta a gratidão que há em meu coração por você ter chegado. Eu que tive meu coração dilacerado e me perguntei se algum dia voltaria a confiar em alguém. Eu que tive todos os meus sonhos jogados no lixo e vi todos os meus planos indo embora. Eu que chorei rios e mares pelo amor que eu jurava ser eterno. Eu que me vi perdida, olhando para o espelho, perguntando aos céus qual seria o próximo passo. Eu que deitei na cama, um final de semana inteiro, e só levantei na segunda-feira para trabalhar.

Não tenho escutado tantas músicas mais e tenho evitado seriados onde o amor impera. Meu coração se tornou um pouco duro, eu confesso. Mas cá dentro vejo que algo está mudando. Você consegue de mim as minhas maiores gargalhadas e devo admitir que a sensação de barriga doendo de tanto sorrir é, infinitamente, mais gostosa do que as famosas borboletas. Eu nem acredito na calmaria que se tornou a minha vida de uns tempos para cá. O temporal que me acompanhava, vez ou outra, se afastou de mim. Não há prenuncio de tempestade. Não há sinal de mudança de tempo. Só o azulzinho do céu abraçando a minha alma. Confortando o meu coração.

Eu devo ser muito clichê, mas todo mundo é um pouco quando se encanta por alguém. Tenho estado tão mais tranquila por saber que há você para dividir os meus dias, por ter você para contar um pouco dos meus anseios e medos, para tomar uma garrafa de café enquanto contamos sobre as complicações do trabalho ou simplesmente para maratonar Game of Thrones no final de semana. A vida tem sido bem generosa comigo, apesar de dizer a todo momento que não desejo ir tão a fundo e que devemos ir com calma. 

Você me olha nos olhos, me abraça pelo meio e me chama de baixinha geniosa. Ficamos ali no meio da sala, enquanto ouvimos Roxette, dançando sem mexer os pés. Você me envolve no abraço mais sincero e gostoso que já senti. Você me tem ali entre os braços e eu só sei agradecer, mais uma vez, por você ter chegado. A vida parece bem injusta quando nós sofremos, parece carrasca quando nos magoa, mas ao pouco vamos entendendo todas as suas razões. A gente cai agora para lá na frente se reerguer mais forte. A gente esfola um pouco os joelhos, mas logo tudo se cicatriza. 

A gente não entende porque algumas pessoas se vão até que outras cheguem.
Ainda bem que você chegou.

Você também pode gostar

2 comentários

  1. Estou na fase do "as pessoas se vão" esta dolorido ainda, e não consigo me ver nessa situação de reencontro com a paz e felicidade... Só espero que passe logo..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Tami!

      Tudo é questão de tempo, sabe? Caminhar devagarinho.
      Vai passar, viu?

      Excluir

FANPAGE

@igpamelamarques


DIREITOS AUTORAIS

Todos os textos publicados aqui neste blog são de minha autoria ou de autores convidados. As fotos e gifs foram retiradas de sites como Pinterest e Tumblr, sendo assim, para de fim direitos autorais, declaro que as imagens NÃO pertencem ao blog. Qualquer problema ou reclamação quanto aos direitos de imagem podem ser feitas diretamente comigo por meio do e-mail: adm.pamelamarques@gmail.com. Eu darei os devidos os devidos créditos.