Existe uma ponte imensa que eu não consigo atravessar.
Existe um amor aqui que eu não consigo medir.
Existe uma vontade aqui dentro, calada.
Existe duas opções: seguir ou desistir.
E eu optei por deixar rolar.
Sei que não é certo estipular prazos.
Mas sei lá...
(...) vou me mandar.