Resenha: Por Lugares Incríveis - Jennifer Niven


O livro conta a história de Theodore Finch e Violet Markey, dois jovens completamente diferentes, que viram na morte o caminho para aliviar as dores de seus traumas. 

Violet é uma garota popular, que perdeu a irmã mais velha em um acidente de carro. Além da dor e o vazio, ela ainda carrega a culpa pelo que aconteceu. Por esta razão, abandona seus hobbies e passa a contar os dias invés de vivê-los com plenitude. Finch teve uma infância difícil no ambiente familiar, tem um comportamento atípico e, por isso, acaba sendo alvo de piadas e apelidos na escola. 

Os dois têm seus caminhos cruzados quando, na torre do sino do colégio, se encontram prestes a pular. A partir deste momento, aqueles que buscavam na morte uma solução, encontram um no outro motivos para seguirem vivendo. 

Finch e Violet iniciam uma jornada pelo estado onde moram, para fazer um trabalho de geografia. Pela aproximação acabam criando um laço de amizade muito forte, compartilhando segredos, sentimentos e medos de uma forma muito espontânea e verdadeira.

Compreender a dor de Violet e apaixonar-se por esta personagem é fácil. Mas compreender os sentimentos de Finch é um tanto complicado, embora apaixonar-se por ele seja algo inevitável. Certamente é o tipo de pessoa que eu teria gostado de encontrar.

O tema central do livro é o suicídio na adolescência, mas os outros temas que orbitam em torno deste, como bullyng e depressão me levaram a refletir na importância de enxergarmos com mais generosidade e altruísmo as necessidades daqueles que estão à nossa volta. 

Tocante e apaixonante, Por Lugares Incríveis se tornou um dos meus favoritos.

Resenha por Viviane Marinheiro.

Compar:

0 comentários