Eu tecia.

13:51

Porque tecer era necessário e me satisfazia. Embora, eu não soubesse aquilo me alimentava. Ia tecendo, acumulando possíveis oportunidades, sonhos idealizados. Idiotice a minha, eu sei. E então eu descobri que ia tecendo coisas impossíveis, irrealizáveis e entendi que eu não estava disposta, assim como você, a levar adiante qualquer coisa. Sentimento. Talvez porque não fosse realmente para ser, ou como você um dia disse: “tem coisas que é melhor não ver.” E você fechou os olhos para o tear e minhas mãos se cansaram de trançar a lã. E desde aquele dia tudo mudou em mim, eu não quis mais tecer, entende? Porque tecer me doía. Mas é tão estranho porque agora não dói mais. É tudo árido, como se não chovesse há tempos nesse solo, e houvesse pequenas rachaduras. É isso: rachaduras. Elas começaram a crescer separando aquilo que era sentimento do meu coração e de minha cabeça. E eu não consigo sonhar. Não com você. Porque você me dói, me machuca horrivelmente. E eu não sei o que é pior: sentir o que eu sentia ou que sinto agora. Nada.

Você também pode gostar

5 comentários

  1. Essas rachaduras sempre machucam.. e como dói.

    Um beijo!

    ResponderExcluir
  2. Já parei de tecer, mas não sei parar de doer.

    Beijo, Pam.

    ResponderExcluir
  3. O pior mesmo é esse sentimento de nada, de coisa alguma, que nos invade e torna tudo menos colorido, tudo em tons pastéis, sem significado algum. adorei seu textoo bjoo

    ResponderExcluir
  4. Simplesmente... LINDO!

    ResponderExcluir
  5. É exatamente assim que me sinto em determinados momentos da minha vida. Sinto-me como se eu estivesse vazia, sem nenhum sentimento por dentro e penso isso também, se é melhor isso, essas ausências do que toda aquela dor de outrora.

    É tão estranho tudo que se passa dentro de nós Pâmela e eu acho bonito você conseguir exprimir tão bem esses sentimentos que nos dominam.

    Beijos

    ResponderExcluir

FANPAGE

@igpamelamarques


DIREITOS AUTORAIS

Todos os textos publicados aqui neste blog são de minha autoria ou de autores convidados. As fotos e gifs foram retiradas de sites como Pinterest e Tumblr, sendo assim, para de fim direitos autorais, declaro que as imagens NÃO pertencem ao blog. Qualquer problema ou reclamação quanto aos direitos de imagem podem ser feitas diretamente comigo por meio do e-mail: adm.pamelamarques@gmail.com. Eu darei os devidos os devidos créditos.