Querido, M.

Por favor. Não olhe dessa maneira. Os teus olhos me ferem mesmo que não seja a tua intenção. Dói-me apenas. Porque eles me provam o contrário daquilo que as pessoas tentam colocar em minha cabeça, e eu, submergo nestes. Entrego-me. Encontro o fundo e aconchego-me lá, nas tuas lembranças, nos teus sorrisos muitos e me perco.

Compreenda-me apenas. A questão não é desconfiança e sim insegurança, entende? Talvez medo. Acontece, porém, que os meus braços desejam tanto os teus que a minha vida começa a passar como um filme colorido. Não quero aplicar o preto e branco a nossos momentos vividos, pois seria apagar o cor dos teus olhos, a nuance de teus lábios e tudo aquilo que deu vida a nós, àqueles dias que serão tão nossos, quanto um filho é de sua mãe.

Perdoa-me por querer fazer destes momentos únicos, tal qual, relíquias a serem depositadas em um relicário. Entenda-me, por favor. Intocado ele continuará lindo, perfeito. Talvez, eu seja uma tola e não compreenda o que o destino nos reserva. Eu desejaria não ter ouvidos, não conhecer ninguém, mas infelizmente eu os ouvi.

E (...) droga. Doí-me sonhar com o depois. Quando não houver mais laços entre nós, quando tu decidires entregar os meus abraços a outra pessoa. E me sinto mal por desejar que não haja ninguém na tua vida. Egoísta. Sim, sei que sou. Mas enquanto não houver em mim, em meu coração, uma chance ou talvez uma luz para me mostrar o caminho desejarei ser para ti a única.
Apesar de.

Com amor,
L.

Compar:

6 comentários

  1. A vida é assim. No final são apenas boas lembranças. Mas não é tão fácil quando ainda se existe amor.
    Esse seu texto me lembra de como eu pensava meses atrás. É duro ter que aceitar que não haverá mais continuação... mas um dia, pode ter certeza, você olhará pra trás e ficará feliz apenas por ter acontecido. Nada é em vão.
    A gente aprende.

    ResponderExcluir
  2. Belo texto tinha quer ser da Pam... Dói só de pensar que no futuro será apenas lembranças boas pois, o importante é aproveitar o que a vida lhe proporciona no momento e se depois se não acontecer mais nada valeu o que foi vivido... "mas como disse uma amiga minha: _"Quando a gente gosta a genet muda e faz diferente, quando gosta!" Né Luzia? Só quando gostar, essa é a verdade, como diz o verbo: "O amor é paciente, é bondoso; o amor não é invejoso, não é arrogante, não se ensoberbece, não é ambicioso, não busca os seus próprios interesses, não se irrita, não guarda ressentimento pelo mal sofrido, não se alegra com a injustiça, mas regozija-se com a verdade; tudo perdoa, tudo crê, tudo espera, tudo suporta." Pensem nisse deixar oportunidades passar é como não arriscar e a vida sem riscos não é vivida... Tudo que uma pessoa é capaz de planejar, ela é capaz de realizar basta você acreditar nela tenha fé, otimismo e ação ... Sua vida só você vive e ninguém mais... SÓ VOCÊ! LUZIA, GOSTE MAIS, VIVA MAIS, ACREDIIIIIIIIIIIIIIIIIIIITE MAIS E SEJA AMIS FELIZ!"

    ResponderExcluir
  3. Olá adorei seu blog, e o que você escreve! Bejos

    ResponderExcluir
  4. Tinha que ser minha amiga, pra me entender tão bem.
    Habitardes dentro de mim, meu pequeno girassol.
    Ao mesmo tempo que me traduziu, me doeu muito repensar certas coisas, que aliás não conseguem sair do meu interior.
    Pois é Marcos, quando GOSTA.Porém,nem sempre gostar é o suficiente, se torna apenas um verbo que sem a ação não altera nada.
    A vida sem riscos, não é vivida.Verdade. Porém nem tudo vale a pena de ser ariscar, ou pelo menos, não na hora que se espera.
    Entendi o recado, Goste mais, Viva mais, Acredite mais e Seja mais feliz.
    Porém quem disse que não to tentando fazer isso?!
    Marcos, acredite mais em você, no que é capaz.
    Doces beijos
    L.

    ResponderExcluir
  5. Eu me perdi três vezes. Ao te ler, ao ler o recado dele e ao ler o recado dela. E depois me deu uma raiva tão grande de tudo, sabe? PORRA! Se há alguma coisa a ser salva, se há algo a ser arriscado, pq não se arriscam e se vivem e se curtem pelo tempo que lhes couber na mão???

    ResponderExcluir