A saudade me venceu, mas vou me recuperar!



Prometi a mim mesma não falar mais com você. Mas a saudade me venceu. Acabei ouvindo as mesmas músicas, tendo os mesmos pensamentos. Perdi pra mim mesma, quebrei a promessa. Por um lado, foi bom, pois coloquei o ponto final que faltava. A vida também é feita de derrotas. Uma derrota a mais por sua causa, não faz diferença. Já quebrei muitas regras pessoais por você. Caí mesmo, diante da vontade de me aproximar, sem necessidade. Não estamos mais brigados. Menos uma coisa pra perturbar a minha paz, pronto.

Agora vou me recuperar disso. Manter afastados os pensamentos do que teria sido. De como adorava a sua companhia. De que era louca pra conhecer a sua família e os amigos que não conhecia. De que quis estar nas fotos com todos onde você estava lá, sozinho entre eles. De que eu seria uma parceira incrível pra você. Talvez uma mulher como você nunca teve ao seu lado. Você conhece muitas e tem sempre alguma no seu pé. Mas quantas dessas foram parceiras? Quantas dessas te deram um chocolate ao leite e ouviram de você “eu te amo, cara!”? Eu sei, você gosta de chocolate amargo. Naquele dia eu não sabia, só sabia que gostava de chocolate.

Tenho a forte impressão de que você vai seguir nessa vidinha por longos anos. O eterno lobo solitário. Eu quis ser o seu sol, quis estar próxima. Ser aquele colo especial pra quando você precisasse, ser aquele cafuné que nada tem a ver com sexo, ser aquele olhar de amor para os seus dias pesados. Mas você não quis. Você me atormentava tanto, que tudo o que eu criei pra mim como regras pra me afastar de caras que provavelmente me fariam mal, você quebrou uma a uma. Nunca tinha ido atrás de ninguém depois de terminar. Nunca tinha cogitado voltar com quem não deu certo de primeira.

Sinceramente, não sei o que me faz pensar em você. Mentira, eu sei! Mas eu vou me recuperar. Vou retomar o meu juízo, me lembrar do quanto você tem atitudes que não vão de encontro ao que eu prezo. Parar de lembrar só da parte boa de tudo, parar de me iludir. Esquecer dos seus abraços e beijos. Esquecer do seu olhar que sabia quanto eu estava mal. Esquecer do seu cuidado comigo. Todo escritor tem que ter um amor que não deu certo, assim como todo compositor também tem ter. Você foi o meu.

Ah, obrigada por me responder. Não me arrependo de ter te procurado. Vou voltar as coisas pro lugar, vencer meus pensamentos e lembranças boas sobre você. Te enterrar de novo em minha vida. Pra ser bem sincera e realista, nem amor você foi. Você foi a minha doença, a minha paixão, o meu tormento, a manifestação mais forte de insanidade amorosa que alguém pode sofrer na vida. Eu só via o seu lado bom, fiz de você um cara quase perfeito e a saudade gritou em mim. Mas do mesmo jeito que criei todo esse cenário na minha mente, eu desfaço! Vou me recuperar. Saudade a gente põe do tamanho que a gente quer.

Claro que eu torço pra gente se esbarrar de novo. Claro que eu peço à vida pra poder te ver de novo e a gente se abraçar. Eu sinto saudade do cara legal que você é. Na verdade, eu não quero nada que venha de você. Só distância mesmo. Você acaba com o meu sossego e isso é péssimo. Seja feliz, bem longe de mim.


A saudade me venceu por hora, mas eu sou mais forte que isso, vou me recuperar. 


Compar:

0 comentários