Minha melhor amiga vai casar


 Beth, a manicure será as 9h da manhã e seu cabelo ao meio dia. Tens o almoço com os padrinhos após a cerimônia no cartório e as 15h a última prova do vestido, (nunca entendi essa sua exigência, já fez todos os reparos necessários, ele ficará perfeito em seu corpo). O motorista vem te buscar as 18h e eu já estarei no altar acompanhada do Gustavo, ansiosa para te ver na igreja entrar.
 Te amo tanto porque és sempre tão cautelosa com tudo que é meu, mas um pouco de prevenção dobrada não faz mal a ninguém Poliana. Obrigada pelos últimos ajustes minha amiga.
 Ainda não acredito que vai se casar...
 Você mais do que ninguém acompanhou todo o nosso romance, sabe o quanto sou apaixonada pelo Paulo.
 De fato eu sei. O que não consigo acreditar é que aquela garota marrenta, que amanhecia na Bohemia, que era a rainha das quedas de braços e das rodadas de tequilas, a garota que saia sempre em um salto 16, e que o primeiro marmanjo que a chamasse de gostosa levava tamancada na cabeça, aquela garota que vivia de copo sempre cheio e coração vazio, que dançava em cima dos palcos, cantarolava seu “rock and roll” até a voz falhar, que saia com o brilho das estrelas e voltava sempre na companhia do sol nascendo. Essa garota vai se casar.
 A garota que se dizia livre dos grilhões do amor, e que da vida sempre esperava uma dose a mais de adrenalina, que vivia de festas em festas, que dava o nome de Carolina, Isabela, Mariana, mas jamais revelava que era a Bethany. Já te vi perder a cabeça por amizades falsas, perder dinheiro em bebidas intragáveis (pelo menos eram para mim), perder o humor diante de injustiças, e dessa vez eu estou te vendo perder a “aposta das apostas” para o amor, esse que você jurou de pés juntos que jamais deixaria que entrasse em sua vida.
De repente ele está aí, bem aí em meio aos seus pensamentos, e invadiu também o seu coração, eu vi ele se fazer tatuagem em sua pele e abrigo para sua paixão. Com ele você decidiu dividir mais do que o seu leito, mas também as suas dores, suas alegrias, vitórias e também as frustrações, eu que não imaginava que viveria para ver este momento, estou aqui, contendo minhas lágrimas de orgulho por ver o quanto você realmente o esperou, mesmo que sempre gritasse aos quatro ventos em alto e bom tom para quem quisesse ouvir: “Ele que não se atreva a olhar para mim, estou sozinha, mas é bem melhor assim”.
E hoje? Ele tem se tornado o motivo do brilho que vens do seu olhar cada vez que você conta sobre o primeiro beijo, ele que tem feito moradia naquele seu sorriso nada inibido que vem de orelha a orelha para anunciar que você está de fato amando esse rapaz. Ele conseguiu arrancar de ti não só noites sem dormir, mas as mais belas poesias que um dia eu já li. Vou morrer me perguntando o que é que ele fez para te ganhar. E por mais que você me diga infinitas vezes, ainda não acredito amiga. Não acredito que amanhã ao amor de sua vida você finalmente irá se entregar.
Mas vamos, se apresse, paremos por aqui com essa prosa que se parece mais com conversa de velhas fricoteiras, você tem que dormir, amanhã é o seu grande dia, e seja quais são os seus motivos, guarde eles para si, sou grata por eles te injetarem a dosagem de coragem necessária para se arriscar, porque o amor Beth ...
 Ah, o amor! Esse é para os fortes.
 Eu sei Poliana, e é exatamente pela segurança que ele me dá, e por mais e mais me fortalecer, que amanhã no altar, perante todos e com todo meu amor eu finalmente irei me declarar, e que os sinos soem mais alto que os clarões que rondam as montanhas, por que será a hora que ei de dizer o meu sim. 


Compar:

2 comentários