Escolhi ser primavera para ti



Estamos na primavera. Época em que os jardins nos presenteiam com suas cores, onde as borboletas deixam seus casulos e nos brindam com sua beleza. Hoje pela manhã ao olhar para o sol me peguei pensando sobre as estações do ano. Nós escolhemos esta estação para selarmos a nossa união. A estação em que as flores embonitam os nossos dias. Estação em que o céu sempre está límpido. Onde o seu azul poderia, facilmente, se confundir com o azul do mar. Mas, antes de qualquer coisa eu quero te dizer: escolhi ser primavera para ti, mas saberei ser todas as demais estações.

Sei que amar não é sempre ter razão. E, peço a Deus que nos conceda o dom da compreensão para que saibamos enfrentar de coração aberto às dificuldades que virão pela frente. Sim, porque elas virão. Não sei te dizer ao certo como elas serão, mas peço aos céus que tenhamos forças para olhá-las com sabedoria. Que nós saibamos juntar as folhas que cairão no chão, que saibamos recolher as folhas murchas e secas, que saibamos atravessar com mansidão o outono que a vida nos oferecer.

Mas, se a vida – por ventura – decidir postergar um pouco mais essas tribulações. Eu te peço, meu amor, que compreendas que até o inverno mais gelado e cortante tem o seu fim. Que nenhuma dor é eterna, que a nossa confiança está em Deus que é o autor da vida. O criador da nossa história. E quero, ainda, que tenhas em mente que a beleza do amor não se acaba nas estações. Mesmo que, muitas vezes, os nossos defeitos se acentuem. Que o calor do verão traga consigo suores e nossos odores. E que as nossas falhas pareçam demais para o outro. Quero que compreendas que é necessário passar por todas essas estações. Haverá dias de flores, dias de folhas secas e murchas, dias tempestuosos e dias de sol quente. Mas, ainda assim, todos eles serão necessários.

Um relacionamento não é feito apenas de bons dias. Amor não é jardim sempre florido e por mais que cuidemos dele, vez ou outra, nascerão algumas ervas daninhas. E, entender isso é necessário para que possamos atravessar todas essas estações com perseverança. Que possamos vivenciar cada uma em sua integralidade e essência. Sem desejar pular nenhuma estação. Nenhuma fase. Para assim, após termos suportado o inverno, vivenciado a nostalgia do outono, resistido ao calor insuportável do verão, possamos celebrar novamente a chegada da primavera.
                                                                                                    
Fotografia: Carismas Foto & Cinema.




Compar:

1 comentários