O que eu não sei dizer

Cada voz que canta o amor não diz

Tudo o que quer dizer (...)
Lulu Santos





Você é (...)
Dois dias já se passaram e a vontade de te escrever machuca o meu peito. Não há adjetivos que lhe caibam e até pensei em inventar alguma palavra para te definir. Tudo é tão estranho. Os dias passam e parece que os nossos pés caminham na mesma direção, mas quando nos aproximamos há uma abismo imenso a nos separar. Fechei os olhos por alguns minutos e busquei na cabeça o que você é para mim e, confesso, que ainda não sei. Acho que você está me doendo um bocado hoje e tudo sem pretensão. Acho que as pessoas me doem muito e a maioria das vezes a culpa é minha. Ando tentando criar alguns versos daqueles bem doces para te entregar, assim como quando alguém faz uma cesta de doces e entrega a pessoa querida, mas o meu coração parece travar e a cabeça não corresponde. 

Você é (...)
Todas as vezes que penso em te definir, a frase é completada por reticências e eu queria que desse vez tivesse um ponto final. Aquela história clichê, mas que toda menina sonha, de "felizes para sempre". E então eu vejo que anda bagunçando a minha cabeça e percebo também que eu não consigo organizá-la. Você é (...) eu não sei o que você é. Quem você é. O que você quer ser. A única coisa que sei é que minhas linhas andam bem tortas e as palavras andam bem desalinhadas. Eu queria te dar algo bem bonito, dar meu coração em um papel cor de rosa ou até mesmo na minha agendinha de papel reciclado, mas eu não posso. E eu não sei o motivo.

Compar:

2 comentários

  1. Encontro-me hoje nesse dilema, a cabeça anda tão bagunçada que não sei mais o que pensar, nem o que fazer, muito menos quem escolher. O que me faz crescer? Quem me faz feliz? O que eu realmente quero? Difícil decidir seu futuro todo em apenas alguns segundos. Mas não podemos pensar a vida toda, ela é uma só e precisamos repensar sobre alguns assuntos e nos pôr de um lado só. Decisão. (Ah, como é fácil falar!) :/ ... Muito minha cara seu texto hoje. Beijo e fica com Deus :*

    http://andreakopper.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Coração que declama e sangra, expondo o teor do seu olhar, das bonitezas que um dia ali brilharam e agora machucam. Saudade que desaba o chão, que desequilibra e causa calafrio...

    As flores permanecem, o perfume ainda exala, mas... Não há o que dizer. Não há como saber.

    Lindo Pam.

    Beijo!!!

    ResponderExcluir