Coisa chata.

Para mim é realmente uma honra saber que meus textos estão sendo postados por outros blogueiros, desde que eles sejam devidamente creditados. Entretanto, há uma coisa que está me deixando bastante chateada. Escrevi um texto com a citação do Caio Fernando Abreu e não sei o motivo das pessoas terem atribuido o texto a ele. É claro, que o Caio F., é meu escritor preferido. Muitas vezes já comentei que ele é o meu eu masculino, contudo qualquer escritor ficaria assim como eu: enfezada! Se tivesse seu texto distribuido pela web como se fosse de outra pessoa.
Escrevi meu texto e agora é só você jogar no Google que aparecem vários links com esse texto e o pior de tudo dizendo que é do Caio F. Sinceramente, estou bastante chateada e espero que as pessoas que tenham postado, equivocadamente, me creditem ou retirem o meu texto do ar. O texto é o seguinte:

“Pedi pra mãe – me interna, to infeliz pra caralho.” Caio F.

Tequila, café e cigarros exatamente nessa ordem me preenchiam. Aquela velha história do amigo engarrafado me era completamente aplicável, não havia companhia melhor. Porque eu não desejava conversar, pessoas se preocupam demasiadamente e eu não precisava de especulações, conversas enfadonhas e repetir tudo o que estava acontecendo comigo. Não. Eu não quero falar sobre isso. Isso o quê? Se eu tivesse noção do que era. Acontece que esses dias estão tortuosos e eu não desejo levantar-me daqui, a poltrona já adquiriu o formato do meu quadril e a TV me dá o entretenimento necessário para continuar trancafiada aqui. Sossego é o que eu quero. Desde que ele fora embora eu ouço versos que me falam sobre amores arruinados, o coração já não bate, esquecera completamente o tal do Tum-tum-tum. Será que o coração bate assim? Há algum tempo que não sei como ele reage, porque os dias estão vazios. Sabe toda aquela ideologia de que é possível viver sozinho? Pois é. Acreditava nisso piamente porque ele estava ao meu lado, agora que se foi tudo é cinza. E eu chorei um oceano inteiro essa noite. Eu precisava esvaziar. Porra eu preciso ser internada.

(http://parafraseou.wordpress.com/2010/01/12/me-interna-mae/)

Compar:

4 comentários

  1. Isso é falta de atenção de quem lê... sei lá.

    Uma loucura só essa coisa de autoria de textos. Sei não viu.

    Beijo, Pâm!

    ResponderExcluir
  2. Um ótimo texto tem razão de ficar nervosa assim. Mas só para provar que as pessoas realmente nem lee direito o que postamos. (Isso sim me irrita muito!)
    Beijos espero que se toquem e concertem.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Pâmela,
    realmente peço desculpas a você se creditei errado.
    não me lembro agora onde foi que peguei o texto, porque como vc mesma disse, eles esta espalhado em varios sites e com autoria de Caio F. Abreu.
    se vc observar bem o meu blog, eu sempre posto os devidos créditos, realmente não foi minha intenção. eu simplesmente não sabia. o erro já foi corrigido, como vc mesma pode ver : http://saofragmentos.blogspot.com/2010/11/tequila-cafe-e-cigarros-exatamente.html

    novamente, me desculpe.
    tudo de bom.

    ResponderExcluir
  4. Não entendi muito não heim!

    ResponderExcluir