"... Deveria chamar-te claridade pelo modo espontâneo, franco e aberto, com que encheste de cor meu mundo escuro..."


Vinícius de Moraes