Brevidade.

É um brevíssimo segundo, eu sei.A vida que há muito me escorre entre os dedos, os dias que se passam sem ao menos dizer: “olá!”. O tiquetaquear do relógio que se torna inaudível e, incrivelmente, me parece roubar horas, minutos, segundo. E essa brevidade não me apetece como aquele bolo docinho que derrete na boca, ela me apavora. Porque eu sinto não ser, por vezes, capaz de concretizar tudo aquilo que desejo. Percebo que estacionei em alguns lugares e por mais que eu tente engatar a marcha, ela não vai.

Só que Tu me vens maciamente e ao pé do ouvido dizes: “há tempo para tudo.” E então eu compreendo que tens razão. Que não há como colocar o carro na frente dos bois, que o Teu tempo é diferente do meu e que eu devo esperar Tuas demoras. É difícil, Senhor. Mas desde que comecei a dar graças por tudo a minha vida é fruta-cor, os meus dias mesmo que breves são felizes.

E esse vento doce que me vem beijar a face nessa segunda-feira fria, é apenas o prenúncio de que Tu estás a caminho, que andas ao meu lado e que me ergues. E não importa o quanto a dor possa me alcançar, se a minha mente estiver em Ti, ela não me ferirá. E eu creio que o Teu abraço que me embala continuará até os fins dos tempos.

Entendi que a felicidade está ao nosso alcance.
Ao meu.

Compar:

10 comentários

  1. Eu tenho tanto para agradecer! E me sinto tão feliz por ser agraciada com tantas coisinhas pequenas aos olhos dos outros, mas imensamente significantes para mim.

    Acho que o segredo é esse, não esperar grandes acontecimentos e fazer de cada coisinha pequena de todos os dias um motivo para celebrar.

    Um beijo!

    ResponderExcluir
  2. Eu ainda dão, mas quero entender.

    Abraços Imundos.

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Também entrei nesse período permanente de gratidão. O próprio despertar de todos os dias já é um excelente motivo para agradecer a Deus.

    Entendo perfeitamente esse sentimento de que o tempo já passou demais e você nem vê sinal daquilo que deseja pra si. Mas como você mesma disse, o tempo Dele é diferente. É aquietar o coração e esperar.

    ResponderExcluir
  5. Eu sou uma pessoa que não tenho pressa para conseguir as coisas, acho que o tempo nos ensina, e nos controla a conseguir com lutar e merecimento. Esperar por algo não é ruim, é experiência!

    Beijo

    Obrigado pelo carinho.

    ResponderExcluir
  6. Linda,
    Amei o seu cantinho. Com o tempo nós vamos aprendendo a ver o tempo como o nosso amigo.
    Seguindo.

    Se tiver tempo,
    www.aurevoirsaudade.blogspot.com

    Beijos no coração.

    ResponderExcluir
  7. Exato.

    Um texto com todos os detalhes do que é ter uma fé firme, o que é sentir-se seguro com Deus.

    Amei o texto, a reflexão, muito bem escrito e intenso.


    Beijos.

    ResponderExcluir