Mafê.

"...Vós não sois absolutamente iguais a minha rosa, vós não sois nada ainda. Ninguém ainda vos cativou, nem cativastes a ninguém. Sois como era a minha raposa. Era uma raposa igual a cem mil outras. Mas eu fiz dela um amigo. Ela é agora única no mundo..."

Lendo o Pequeno Príncipe não pude deixar de pensar em você, Maria. Porque fiz uma pequena analogia a você, a nós, a nossa amizade, irmandade. E eu vinha pensando em te escrever, no teu dia, e um milhão de ideias fervilhavam na cabeça. Entretanto, quando li esse pequeno trecho já sabia o que te dizer. Há sim muitas Marias no mundo, mas tu és única tal qual a rosa do pequeno príncipezinho. Chegaste sem querer e com delicadeza tomaste o teu lugar que desde sempre era teu por direito: meu coração, amiga. Eu queria que todos pudessem ter a graça de ter alguém como você em suas vidas, mas é como o trecho diz: tu és única. A única rosa, de valor inestimável e incalculável. Sabe, não consigo lembrar como era a vida antes de você existir nela, porque não consigo pensar nos meus dias sem os teus conselhos, sem os teus textos, sem os teus sonhos. Você é tão presente hoje, é minha irmã e com certeza minha melhor amiga. Com você eu posso dividir todos os meus anseios, as minhas meninices, não tenho medo de contar os segredos mais nefastos, os desejos mais sórdidos, eu não tenho medo de ser má (rs), porque a gente se parece em tudo.

E hoje, no teu aniversário, eu queria que todos soubessem quem você é. O quanto você é importante para mim. Queria que todos te enxergassem com os meus olhos, uma guerreira, uma menina conhecendo a vida, uma mulher que deseja apenas viver uma verdadeira história de amor, daquelas de comédia hollywoodiana com muito açúcar, aquela menina inocente que está aprisionada no topo da torre aguardando ser resgatada pelo príncipe encantado. Sabe, não compreendo como alguém pode ser tão doce, como alguém pode ser tão singela e ao mesmo tempo tão altiva e forte.
Maria Fernanda, Mafê, MF ou simplesmente: minha Maria. Eu desejo que você seja protagonista de um amor que emociona só no olhar, que você ande de mãos dadas um dia no parque comendo algodão doce, que você tenha uma tarde de autográfos com o seu livro e que ele vire um best-seller, que você ande descalça na praia com os filhos que o Senhor lhe conceder, que você tenha sempre no rosto um sorriso largo, que teus olhos sempre estejam cheios de estrelas, que a tua vida seja realmente um conto de fadas, daqueles que só nós duas conseguimos imaginar. E principalmente, minha amiga, que todos descubram o valor que você tem, a preciosidade que és.

E desejo também que comemoremos vários outros anos juntas. É o que desejo hoje e sempre. Eu amo você, minha irmã.


[Não sei o que houve com o blogspot, o texto foi escrito no dia 02 de junho. Só agora consegui postar. Que coisa feia, blogspot!]

Compar:

1 comentários

  1. Quando leio textos assim, me sinto tão feliz sabe, ver que existe esse tipo de sentimento dentro das pessoas é lindo.

    ResponderExcluir